quinta-feira, outubro 26, 2006

Salazólicos anónimos

Debate na RTP1 sobre os Grandes Portugueses. Convidados de luxo. Apresentadora retornada após prolongada ausência. Estava montado o "palco" para uma grande desilusão.

A expectativa em torno do programa era grande, e no entanto não foi suficientemente cativante para me prender ao canal. Zappei pela Fox, pelas SportTv, e sempre que regressava ao debate da estação pública ficava com vontade de não ter regressado. Até que veio à baila o nome de Salazar. E aí sim!, a coisa animou.

Deveria este homem figurar na lista dos Grandes Portugueses? A Joana Amaral Dias achava importante discutir-se este nome, não fosse a nova geração esquecer o que foi o combate pela liberdade. O Professor (respeitinho é muito bonito) José Hermano Saraiva salientava que o Professor (a história do respeitinho outra vez) Dr. António de Oliveira Salazar morreu na miséria. E a coisa durou, e durou...

A plateia também insistou na mesma tecla. E a apresentadora animadíssima, alimentava-se da discussão para interromper todo e qualquer convidado, chegando até (na maioria das vezes) a completar raciocínios que, (também na maioria das vezes) foram mal completados.

Ora num país onde as pessoas morrem afogadas em casa devido às cheias, a populaça engalfinha-se por causa do Sássá?

Eu e SássáEstá bem.. houve muita gente que sofreu às suas custas, e houve também quem morresse por causa dele, mas então não era ele um grande benfiquista?!

O homem morreu! Deixá-lo estar em paz (ou onde quer que esteja)!

Eu sinceramente esperava uma discussão com outro nível, e creio que o povo português também. Nisso, fomos defraudados, visto que esperava algo do género "O meu grande português é melhor que o teu, porque tinha uma espada buéda grande e andou à porrada com a mãe!", e alguém respondia "Ó sô Dout... Ai é? Ai é?! O Senhor Doutor acha mesmo? O meu lançou-se ao mar e deu cabo do Amadeustor.. er... Adarmestor.. er... desse coiso! Pa Pum! Então e agora, hã? O Senhor Doutor fica-se?"

Afinal de contas, a grande discussão foi acerca do Sr. Prof. Dr. ditador. E para mim, bastava que alguém tirasse um sapato e o arremessasse à cabeça da Maria Elisa para obter o meu voto... fosse ou não português!

7 comentários:

Nivea disse...

Não esquecer a falta de verniz da Odetezinha, a seca da Aninhas e a boca grande da Elisinha que fazia a pergunta e dava a resposta. Não esperava que Salazar ganhasse por tanto, e por acaso estava sempre à espera que a partir do 10º ele aparecesse, mas demorou. Foi Ditador? Talvez. Há muitos contadores de histórias e de História e nem todas as versões se encontram nos livros. :)

Farináceo disse...

"Foi Ditador? Talvez."
A malta que esteve no Tarrafal e que foi torturada pela PIDE também ainda não percebeu bem se o Salazar foi ditador. Talvez... Mas é melhor não escreverem livros sobre isso.

Farináceo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Muita da malta que foi torturada pela PIDE no Tarrafal votou no 2º Maior Português de sempre.

Nivea disse...

Já escreveram n livros e aparecem na televisão. "Outros" foram para o estrangeiro... e foram Presidentes da República... :)
Gostos (sim, gostos) não se discutem.

Farináceo disse...

De facto gostos não se discutem... Eu confesso que acho piada à ideia de me reunir com mais do que 2 amigos sem isso ser considerada uma manifestação... Assim como acho piada a ter um blog sem ter um lápis azul a censurá-lo... Mas isso sou eu que se calhar tenho "gostos" esquisitos...

Anónimo disse...

Mas quem é que está a falar de gostos? Os meios não justificam os fins, e o Salazar além de forjar eleições, levou à morte e tortura de muito português!!! Isto se se considerar sadismo "gosto"!!!